Bom dia, Visitante (Efetue seu login)
  • |
  • |
  • |
  • |
  • |
Meu carrinho
produtos Produtos: 0
valor Valor: R$ 0,00
Banner
Newsletter

Insira aqui o seu e-mail para receber nossas novidades:


Incluir Remover
Produtos mais vendidos
Sopas Instantânea
Por: R$ 49,00
Shake Pó para o Preparo d
Por: R$ 137,00
Proteina de Soja 480g
Por: R$ 225,00
Chá Verde 100g
Por: R$ 204,00
Guaraná nrg em tabletes o
Por: R$ 142,00

Principais Ingredientes

Principais Ingredientes

 

O Shake Herbalife é classificado na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) como alimento e registrado como um substituto parcial de refeição. Para isso, ele precisa preencher certos requisitos nutricionais e conter a quantidade de calorias, proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais que permita substituir, com segurança, uma ou duas das três principais refeições diárias.

 

Esse tipo de alimento vem sendo, cada vez mais, consumido e recomendado por especialistas no mundo todo. Isto porque, além de apresentar uma composição de nutrientes segura e adequada, possui calorias controladas por porção, o que é uma enorme vantagem para a saúde de quem quer controlar as calorias que consome.

 

Preparado com leite semidesnatado, o Shake Herbalife possui em torno de 200 calorias, enquanto que uma refeição tradicional contém o triplo desta quantidade. Pelo seu conteúdo de proteína de alto valor biológico e fibras, o Shake Herbalife contribui para que as pessoas consigam manter um plano alimentar adequado.

 

Um programa com substituto parcial de refeição não é mais uma das dietas da moda, mas um plano alimentar baseado na ciência da nutrição. A pessoa desenvolve o hábito de comer frutas, verduras e outros alimentos saudáveis e de substituir uma ou duas das principais refeições do dia por um alimento nutricionalmente seguro e com calorias controladas.

O Shake Herbalife foi desenvolvido para ser uma opção saudável para quem quer estar na sua melhor forma, de bem com a vida e com muita energia para enfrentar e vencer os desafios de uma rotina agitada. A indicação de seu uso para crianças, gestantes, mães que amamentam, atletas ou para outro grupo com necessidades específicas, somente poderá ser feita por um médico ou nutricionista e, neste caso, o consumo deverá ser feito sob o acompanhamento e responsabilidade deste profissional da saúde.

 

Use os produtos como recomendado, tenha uma alimentação variada, saudável e colorida, pratique atividade física regularmente e faça todas as suas tarefas com prazer e alegria, cercado pelas pessoas que você ama.

 

----------------

 

Vitaminas e minerais


Vitaminas

 

São elementos nutritivos essenciais para a vida, que na maioria possuem em sua estrutura compostos nitrogenados (AMINAS), os quais o organismo não é capaz de sintetizar e cuja falta pode provocar manifestações indesejadas no corpo. Elas participam em muitas reações bioquímicas que transformam os alimentos em energia.

 

São também essenciais para manter inúmeras funções do organismo e para a formação de novos tecidos. O escorbuto, por exemplo, é uma doença causada pela falta de vitamina C e que vitimou milhares de pessoas nos séculos 16 a 18, devido à alimentação pobre em frutas e verduras.

 

O corpo humano deve receber as vitaminas através da alimentação ou por aproveitamento das vitaminas formadas pela flora intestinal (produzidas nos intestinos pela ação da flora intestinal sobre restos alimentares).

 

Minerais

 

Sabe-se que a água, proteínas, gorduras, carboidratos e vitaminas compõem, aproximadamente, 96% do organismo e que 4% restantes são constituídos por minerais. Destes, 21 são essenciais à nutrição humana: cálcio, fósforo, potássio, enxofre, sódio, cloro, magnésio, ferro, zinco, selênio, manganês, cobre, iodo, molibdênio, cobalto, cromo, silício, vanádio, níquel, estanho e flúor.

 

Alguns minerais presentes no corpo humano não apresentam função conhecida (ouro, prata, alumínio, mercúrio, bismuto, gálio, chumbo, antimônio, boro, lítio) e outros não foram estabelecidos ainda como essenciais, embora participem de certas reações biológicas (arsênio, bário, cádmio, estrôncio, bromo).

 

Os minerais essenciais têm funções específicas e indispensáveis e sua carência pode levar a quadros graves, como por exemplo, alterações ósseas e dentárias (flúor), enfraquecimento dos ossos e dentes (cálcio), anemia perniciosa (cobalto), entre outros.

 


Vitamina C, Cálcio e Iodo


Vitamina C

 

É uma molécula formada pelo ácido ascórbico, com função antioxidante e atuação na formação e manutenção do tecido conjuntivo.

 

Principais fontes: vegetais verdes folhosos, especialmente crus; groselha, frutas cítricas, morango, pimentão, goiaba, kiwi, acerola, caju, tomate e batata.

 

Cálcio

 

É o elemento químico “Ca”, essencial aos organismos vivos, principalmente para o crescimento e manutenção da resistência dos ossos e dentes. Auxilia também na contração muscular e na condução de impulsos nervosos.

 

Principais fontes: leite, iogurte, queijo amarelo, tofu, vegetais verdes folhosos, principalmente brócolis japonês, agrião e espinafre, quiabo e amêndoa.

 

Iodo

 

É o elemento químico “I”, necessário para a produção do hormônio da tireóide, glândula que regula o metabolismo do organismo.

 

Principais fontes: frutos do mar, algas marinhas e sal iodado.
 
 
Proteínas

 

 As proteínas estão entre os principais nutrientes que o organismo precisa diariamente em quantidades adequadas. São compostas por aminoácidos, muitos destes essenciais e que nosso organismo não pode produzir e, por isso, devem ser fornecidos por meio da alimentação.

Quando uma proteína contém todos os aminoácidos essenciais, é considerada uma proteína completa. Todas as fontes animais fornecem proteínas completas ou de alto valor biológico. Com exceção da proteína de soja, as fontes vegetais de proteína são consideradas incompletas, conforme a classificação utilizada pelo FDA e FAO/OMS, quanto ao “score” de aminoácidos corrigido pela digestibilidade protéica (PDCAAS).

 


As proteínas exercem muitas funções importantes no organismo. Um de seus principais papéis é construir, manter e reparar a massa magra quando associado à atividades físicas. Além disso, sua digestão requer um gasto energético maior que os demais nutrientes. Muitas funções orgânicas também dependem das proteínas. Alguns hormônios, que atuam como “mensageiros celulares”, são proteínas, assim como as enzimas, que ajudam o organismo a efetuar muitas das reações químicas que ocorrem no interior das células.

 


Proteína Isolada de Soja

 

A soja é uma planta leguminosa consumida há mais de 5 mil anos no Oriente e nas últimas décadas tem se difundido no Ocidente devido a sua saudabilidade. É rica em proteínas, lipídeos, fibras, vitaminas e minerais e do seu grão é possível obter vários produtos, dentre eles a proteína isolada.

 


A proteína isolada de soja é produzida a partir de flocos de soja, através de um processo que a deixa praticamente livre de carboidratos e gorduras, tendo 90% de proteína em peso seco. Esta é a única proteína de origem vegetal que possui qualidade equivalente às proteínas animais (carne, leite e ovos).

 


Proteína do Soro de Leite

 

O leite de vaca é um alimento rico em cálcio, proteína e gordura, de onde é obtido diversos produtos amplamente consumidos, como o queijo e o iogurte, assim como ingredientes com vários tipos de aplicações, como a proteína do soro de leite. Esta proteína é obtida através do soro resultante da coagulação das proteínas na fabricação de queijo, possui alta qualidade e é de fácil digestão. Apesar de no Brasil ser muito associada a produtos para atletas, esta proteína é utilizada em vários outros tipos de alimentos.

 

 

Fibras

 

 As fibras formam as partes estruturais de uma planta e são encontradas em frutas com casca, verduras, feijões e grãos como aveia e arroz integral – não há fibras nas carnes, peixes ou aves. As fibras são, geralmente, classificadas em fibras solúveis ou fibras insolúveis.

 


As fibras solúveis retêm água e aumentam de volume, prolongando o tempo que o alimento leva para passar pelo nosso trato digestivo. As fibras insolúveis, em sua maioria, passam pelo trato digestivo inalteradas e, por isso, ajudam a formar o bolo intestinal e promover a sua regularidade.

 


As fibras solúveis são encontradas em maiores quantidades na aveia, feijão, cevada e algumas frutas, como maçãs. As fibras insolúveis são abundantes nas verduras, no farelo de trigo, no arroz integral e em outros grãos integrais.

 


Algumas fibras podem funcionar também como prebióticos, ou seja, estimular o crescimento das bactérias benéficas (probióticos) presentes no trato intestinal, contribuindo assim para o equilíbrio da flora intestinal.

 


O Fiber & Herb e o Fiberbond são produtos à base de fibras de aveia, beterraba e vegetais. Adicionalmente, os Shakes e Sopas também contêm fibras de forma a complementar suas necessidades diárias.

 


Chás e cafeína 
  
 
Chá Verde

 

É usado no Oriente há milênios e, mais recentemente, no Ocidente, sendo, depois da água, a bebida mais consumida no mundo. É obtido da planta Camellia sinensis e contém substâncias antioxidantes chamadas polifenóis, além de cafeína. Polifenóis são antioxidantes que ajudam no combate dos danos que podem ser causados pelos radicais livres - moléculas reativas que podem danificar as células e tecidos do organismo. Além disso, os polifenóis têm outras propriedades, como ação antiinflamatória, auxiliando no bem-estar.

 

Folhas de chá verde são encontradas soltas em pacotes, em envelopes de chá ou ainda em bebidas prontas. É utilizado tanto nos produtos Herbalife de nutrição interna, quanto externa. Dentre os produtos que contêm chá verde estão os chás Original, sabores Framboesa, Limão, Pêssego e Thermo Complete. Além disso, está presente também na linha de cuidados pessoais Soft Green.

 


Cafeína

 

É encontrada em mais de 60 tipos diferentes de plantas, mas, principalmente, no café, chás, erva-mate, cacau e guaraná. Estima-se que cerca de 80% da população mundial faça uso desta substância diariamente, consumida usualmente através de bebidas. A cafeína é um estimulante leve do sistema nervoso central, motivo pelo qual pode fazer nos sentir mais alerta depois de consumi-la. Assim como qualquer outro alimento, deve ser consumida equilibradamente, sendo que grupos populacionais específicos devem procurar orientação de um profissional habilitado.

 

 

Cálcio, Magnésio e Vitamina D


 Cálcio

 

É o elemento químico “Ca”, essencial aos organismos vivos, principalmente para o crescimento e manutenção da resistência dos ossos e dentes. Auxilia também na contração muscular e na condução de impulsos nervosos.

 


Principais fontes: leite, iogurte, queijo amarelo, tofu, vegetais verdes folhosos, principalmente brócolis japonês, agrião e espinafre, quiabo e amêndoa.

 


Magnésio

 

É o elemento químico “Mg”, importante para os ossos, funcionamento das células e de algumas enzimas.

 


Principais fontes: cereais integrais, gérmen de trigo, nozes e sementes, camarão, quiabo, acelga, grãos de soja, tofu e damasco seco.

 


Vitamina D

 

É uma molécula formada pelo grupo químico esterol e necessária para a absorção do cálcio e fósforo dos alimentos. É produzida, principalmente, pelo organismo quando a pele é exposta à luz do sol.

 


Principais fontes: peixes oleosos, principalmente o arenque, salmão, sardinha, truta, e, em quantidades menores, em ovos.

 

       

Rua Henrrique Lupo (Praça do Faveral - Centro - Araraquara SP  - [email protected] / WhatsZap(16) 99115-6306


Copyright (c) www.nutricaocelular.com.br 2012 - Distribuidor Independente Herbalife Todos os Direitos Reservados

 

Redes Sociais

 

Monte já seu e-commerce na SejaOnline

 

Bom dia, Visitante (Efetue seu login)

Horário de Atendimento

horário comercial

contato@nutricaocelular.com.br

(16)

Rua Henrique Lupo Praça do Faveral, Centro, Araraquara - SP

Insira aqui o seu e-mail para receber nossas novidades:

OK
Monte já seu e-commerce na SejaOnline
Copyright (c) NUTRIÇÃO CELULAR Suplementos Nutricional saúde e bem-estar 2017 - Todos os Direitos Reservados